terça-feira, 2 de outubro de 2012

I IMERSION COURSE HOSSAM E SERENA RAMZY: Imersão na Imersão

Demorou mas consegui um tempinho para falar de forma mais informal sobre o Curso de Imersão do super casal Ramzy. Ressaltando que é um relato de minha experiência, meu olhar, que varia de uma pessoa para outra. É longo, mas, quem quiser um pouquinho de “imersão na imersão”, vale a leitura.

 ANTES DO CURSO

 No inicio foi um grande ponto de interrogação essa proposta, pois, como eu não tinha feito o workshop no ano passado, não sabia o que esperar do curso. Daí você me pergunta: “Rhazi, então porque você se meteu nessa?” Eu sempre fui uma grande fã do trabalho do Hossam e da Serena e, no fundo, algo me dizia que estar em contato mais próximo com a Serena algo ia mudar em meus estudos, em minhas referências. Não me perguntem, mas eu simplesmente SABIA que seria uma experiência diferente estar próxima de Serena e tinha dito isso até para a própria Dani Agnis, quando nos encontramos no FIEL (Festival da Luxor) no ano passado. “E o valor Rhazi? Achei um absurdo!” Gente, realmente, num primeiro momento é realmente muita grana, assusta, pois não há nada nesse investimento em termos de cursos aqui no Brasil e em São Paulo, principalmente quando o público só procura o que é "baratinho" (tá bom vai, não tá fácil pra ninguem) como vem um curso desse totalmente remando contra a maré? Já já eu falo sobre isso (não gente, eu não ganhei o curso pra falar sobre ele, to pagando minhas parcelinhas honestamente).

 CHEGANDO

 Não, não era do lado do metrô, foi num num recanto, como se fosse um Clube de Férias, no interior. Ficamos em quartos que cabiam até 6 pessoas, mas, como tinham vários quartos, não vi mais que 4 em um quarto só. As acomodações eram boas, tudo muito aconchegante. Precisamos levar roupa de cama, mas, quando você chega no lugar, entende perfeitamente a proposta, as coisas começam a fazer sentido. Não falarei sobre cada dia em especial, pois, de verdade, todos foram singulares e especiais.

 AS AULAS
Fazer aula com esses dois é realmente fantástico. Hossam, realmente empenhado em que nós aprendessemos seu metodo E=E. Até agora me pergunto como ele conseguiu nos fazer ler as partituras, tocar os exercicios de percussão na partitura... foi muuuito mais do que dum dum takata... daí você me pergunta: “Rhazi, eu sou bailarina e não percussionista!” e eu te respondo: é muito mais do que a percussão em si, é estudo musical, dos ritmos, instrumentos, coordenação motora, musicalidade, concentração, história da música árabe... um conteúdo que precisa ser “digerido” durante um tempo.




Claro que também teve aula de dança, Serena é PRIMOROSA!!! Um exemplo de mestra, generosa, dedicada, simpática e humilde. Bom, em breve um post só sobre os mestres...






 OS SARAUS

 Pois bem, toda noite tinha o Sarau. Eram bate-papos informais sobre a dança e suas manifestações. Recebemos uma “escala” com os dias que cada uma iria fazer um solo nesse sarau, para todos. Socorro! Fomos pegas de surpresa! No meu caso, dançar para o Hossam e Serena não tinha nem passado pela minha cabeça! E agora? Meu nominho estava lá no primeiro dia e, claro, ficou aquele clima, ninguém queria ser a primeira, e, mergulhando nessa noite escura, lá fui eu, a primeira a dançar para eles... Bom, não sou uma pessoa muito “cheguei” ou seja, até eu reconhecer o terreno e criar intimidade fico “na minha”, pouco tinha falado no curso e mantinha uma posição de respeito com os professores. Dai eu tive que dançar... “ah Rhazi, você é profissional, faz isso direto...” Sim, sou profissional, mas isso era único! E fazia algum tempo que não existia uma “primeira vez” de alguma coisa em minha vida bailarinística e tremi na base, meu coração parecia que saltar!

Bom, foi tão especial  que chorei feito criança, ganhando "colo" da Serena....


O SHOW

 No momento da inscrição, nos foi solicitado que levássemos figurinos de cores especificas para que pudéssemos compor os grupos para o show. Mais uma interrogação! Coreografias? Ai meu Deus! Pra quem fica a vontade no improviso como eu... Socorro parte 2! Serena nos ensinou as coreografias e só no último dia que eles selecionaram quem ia dançar o que, já que não seria possível todas dançarem todas as coreos. Quem me conhece nem acreditou, dancei 3 coreografias na mesma noite. Era muita emoção. Show organizado, cobertura da TV, casa lotada (o mesmo recando que fizemos as aulas recebeu toda uma estrutura e decoração apropriada para o show). Serena e Hossam nos desejando boa sorte no camarim e dizendo que estariam na primeira fileira para nos aplaudir. Socorro parte 3 !



 Bom, o show foi lindo, todas deram realmente o melhor de si. A aquela altura, já tínhamos um vínculo bem forte, as amizades formadas, outras fortalecidas, o clima era muuuito bom entre nós, de ajuda mútua, principalmente na correria para trocar de figurinos entre uma coreo e outra. Ao final, um coquetel para todos os convidados. Todas com a sensação de DEVER CUMPRIDO!

SALDO FINAL

Contando ninguém acredita: tínhamos aula de musicalidade, percussão e ritmos com Hossam da 10h as 13h, uma hora de almoço e das 14h as 18h as aulas com a Serena. Café, descanso e as 20h30, o Sarau até as 23h00. Foi esse pique durante 6 dias. Um dia inteiro de ensaio geral para o show de sábado e, no sábado, o show a noite. Não fizemos passeio, não entramos na piscina, foi uma IMERSÃO no estudo e na dança, sem férias. Estudamos muito, e de verdade. Se valeu a pena? Ter professores do naipe de Serena e Hossam super próximos, chamando cada uma pelo nome, te falando sobre cada detalhe seu, conhecendo sua dança, dando feed backs a todo momento, não tem preço. Em NENHUM MOMENTO eles colocaram uma assistente, nos deixou fazendo nada sozinhas (só quando a gente saía pra ensaiar coisas especificas para o show), sempre presentes e alertas. Eles foram incansáveis!

  Valeu cada minuto e cada centavo!!!
Pensa comigo: veja o monte de certificado que você tem, de aulas flash, onde o professor nem olhou na sua cara, muito menos lhe corrigiu, e vc saiu de lá com mais uma coreografia embaixo do braço (sem poder usar porque não é sua) daí o dinheiro que vc gastou com certeza deu um valor maior do que este curso de imersão. #prontofalei (mas, sorry, é o meu blog, eu posso falar)



Assim que começar a digerir por etapas tudo que aprendi, será a vez das minhas alunas colherem este resultado, já que estou doida para começar a compartilhar deste conhecimento!

SERENA E HOSSAM, MESTRES!!! Meu profundo amor e gratidão por tudo!!!

Que venham os próximos cursos, imersões... um curso que imediatamente faz diferença em sua maneira de ouvir música, assistir dança, dançar, pensar dança....

Beijos beijos a todos!

Fotos utilizadas (exceto show) - Kelly Camplezi

3 comentários:

  1. Endoçando tudo que foi escrito: os sustos com preço, distancia, imersão ( o primeiro do gênero no Brasil) dançar para Hossam e Serena sem prévio aviso, ensaiar coreografias ( no plural! ) num dia para dançá-las no outro, ficar 10 dias fora de casa, do trabalho, da familia. Sair de lá, com a sensação de que a sua dança nunca mais será a mesma, com uma braçada de ferramentas para aperfeiço-la, com uma porção de chaves para abrir novos horizontes...Nunca tinha feito um investimento com um retorno tão garatido nesta área. O caro ficou barato - antes gastar nisso do que em figurinos que não dançam sozinhos rsrsrsr - nem ví o tempo passar pois ou estavamos estudando música, ou dançando, ou falando sobre dança, dormindo o mínimo e aproveitando ao máximo.
    No quesito humano, uma das boas coisas foi conhecer a Rhazi - só conhecia de vista e de nome - meiga, inteligente, solidária, linda.
    Fiquei muito honrada em dançar com ela e feliz em compartilharmos um evento tão único e especial. Beijos Rhazi, até o próximo!

    ResponderExcluir
  2. Pois é Wanda, "figurinos que não dançam sozinhos" foi ótemoooo!!!! Cada uma vai complementando ainda mais com o olhar e com o que sentiu e quem não foi vai tendo mais ainda a dimensão do que foi!
    E, puxa vida, obrigada pelas lindas palavras, o sentimento é recíproco! Conhecê-la mais de perto foi um prazer imenso, sua calma, doçura e dedicação são exemplos!!! Beijo master carinhoso!

    ResponderExcluir
  3. Rhazi, sua linda, vc me fez chorar de novo, aliás, pensa num curso que chorei, chorei mais que dancei, rsrs.... Flash back mais delicioso que tive agora....Realmente foi uma imersão, não pensávamos em mais nada, a não ser em aprender e aprender. E o mais bacana é que dividimos td com muita generosidade e carinho umas com as outras, nunca vi isso na dança, infelizmente.... Foi td tão perfeito, tão "sereno" e ao mesmo tempo tão dinâmico e INESQUECÍVEL, é essa a definição que tenho p/ o que vivenciamos. E aproveito a oportunidade para renovar eternamente um dos mais deliciosos e proveitosos presentes que já recebi em minha vida. Muitíssimo obrigada!

    ResponderExcluir

Mulher de Fases